quarta-feira, 30 de Julho de 2014

Dias de Monitorização | Monitoring days


Cidadelhe, by Eduardo Realinho



Vestígios de coelho | traces of rabbit, by Eduardo Realinho
Tardes quentes de verão no Vale do Côa, onde o sol queimando faz brilhar as searas ao vento. São dias duros de monitorização, subindo e descendo quadrícula em busca de rastos. De olhos atentos no chão, procuram-se vestígios de coelho, lebre, perdiz. Mantêm-se os sentidos apurados, não vá um deles passar em reboliço, e um olhar atento, sempre pronto a observar alguma águia.

Os caminhos, que mal se encontram, são registos vivos de quem já os percorreu. Agora sobrepõem-se outros, mais pequenos e ondulantes, por onde javalis, fuinhas, raposa ou texugos seguem o seu rumo.

Hoje estivemos em Cidadelhe, no Concelho de Pinhel.

____________________________________________________
Monitorização | Monitoring, by Eduardo Realinho
Hot summer afternoons at the Côa Valley, where the cereal field shines under the burning sun. These are tough monitoring days, walking up and down the grid looking for trails of wildlife. Attentive to the ground, searching for traces of hare, rabbit, partridge. Sharpen senses to watch any animal passing trough and a close look ready to watch an eagle.

Trails that barely can be seen are live records from those who used to walk in this territory. Now smaller and winding trails highlight, the ones used by wild boar, weasel, fox or badgers. 

Today we were at Cidadelhe, in the Municipality of Pinhel.

quinta-feira, 24 de Julho de 2014

ATN @ L Burro i L Gaiteiro



Neste fim-de-semana, além de estarmos em Sintra na apresentação da marca Natural.pt. vamos estar em Palaçoulo, no L Burro I L Gaiteiro, um festival itinerante de cultura tradicional, organizado pela AEPGA que é já um marco na agenda cultural de Trás-os-Montes.

O festival pretende, acima de tudo, dar a conhecer a riqueza e diversidade do Planalto Mirandês: das paisagens aos saberes, dos campos às aldeias, dos burros aos gaiteiros, tendo presente que tradição e inovação não se opõem – constroem-se mutuamente; e que, por essa razão, não é só o festival que é itinerante, mas também a cultura que viaja com ele.

Além de muita animação, música e burros, há oficinas para todos os gostos e idades.
O Festtival já começou e dura até dia 27 de Julho.

A ATN, além de participar com uma banca, vai dinamizar a oficina "Aves do Planalto Mirandês" no sábado à tarde.


Se estiver pelo planalto, venha fazer-nos uma visita e aproveite para "BURRICAR COM VAGAR"!

---------------

This weekend we will be in Sintra for the presentation of the brand NATURAL.PT, and we will also be in Palaçoulo, on the Festival L Burro i L Gaiteiro (FESTIVAL of Donkeys and Bagpipers), an itinerant event of traditional culture, which is organizaed by AEPGA, and it is already a landmark of the Cultural agenda from the portuguese region Trás-os-montes.

This festival aims to show the richness and diversity of the region: from landscapes to the traditional knowledge, from fields to small villages, from donkeys to bagpipers. Tradition and innovation are not opposites - they built each other; and for that reason this festival is itinerant as the culture that travels with it.

Besides loads of animations, music and donkeys, there will be workshops for everybody. The festival already started and it lasts until sunday, the 27th of July.

Besides participating with a stand, ATN will also facilitate an workshop about the birds from the upland of Miranda, during the afternoon of saturday.

If you are nearby come visit us.

ATN em SINTRA - Lançamento da Marca Natural.pt

O ICNF vai lançar a Marca NATURAL.PT, uma marca associada às Áreas Classificadas do país.

O evento vai ter lugar no Terreiro do Palácio Nacional de Sintra, nesta sexta-feira e sábado (25 e 26 de julho). Além da apresentação (que tem início às 11h), existirá uma mostra de produtos e serviços associados aos recursos naturais, culturais e patrimoniais das Áreas Classificadas e um espetáculo multimédia noturno Natural.PT, com projeção na fachada do Palácio.

A ATN vai estar presente, com um stand especialmente dedicado à Reserva da Faia Brava, área protegida privada, venha fazer-nos uma visita

De acordo com a organização, esta é “uma aposta nacional na biodiversidade, na economia, no património e na identidade de Portugal através da valorização e promoção de produtos e serviços associados a estes espaços singulares”.


Feira
Sexta-feira: 11h00 às 23h00
Sábado: 10h00 às 23h00
Espetáculo multimédia
Sexta-feira e sábado: 21h00, 21h30, 22h00 e 22h30
Nota: O acesso ao Terreiro é gratuito.