sexta-feira, 24 de abril de 2015

Corço na Faia Brava? Roe Deer at the Faia Brava Reserve?


As câmaras não mentem. Depois de 5 anos sem a presença de corço nas câmaras de armadilhagem fotográfica, eis que ele é novamente "captado" na Reserva da Faia Brava!


As imagens foram conseguidas graças ao esforço de Ana Morais, mestranda na UTAD, que está a realizar o seu trabalho sobre os carnívoros da Faia Brava, através de monitorização com câmaras de armadilhagem fotográfica.



Cameras do not lie. After 5 years after we first photographed a roe deer at the Reserve, this march we "caught" one again, wandering at the Faia Brava Reserve!


These images were obtained thanks to the effort of Ana Morais, a master student at UTAD, who is developing a study about carnivores at the Faia Brava Reserve, monitoring with camera traps.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Já estão abertas as incrições para o VIII Curso de Identificação, Biologia e Conservação de Aves de Rapina


A Associação Transumância e Natureza, em parceria com o ICNF - Parque Natural do Douro Internacional, a SPEA, a Aldeia e o CERVAS,  o Município de Figueira de Castelo Rodrigo organizam a VIII Edição do Curso de Identificação, Biologia e Conservação de Aves de Rapina, nos dias 15 a 17 de Maio de 2015.

O Curso intensivo pretende dar a conhecer a avifauna da região do Douro Internacional e do Vale do Côa, com actividades de identificação guiadas por formadores especializados, onde poderá aprender a identificar rapinas, desde rupícolas a aves nocturnas, e participar na problemática da conservação destas espécies.

O curso intensivo conta com a presença dos formadores Carlos Pacheco, Jorge Amaral, Ricardo Brandão, José Jambas, Eduardo Realinho e João Quadrado e o programa inclui uma visita à Reserva da Faia Brava, um módulo teórico intensivo, dois dias de observações no campo, ao longo do PNDI e actividades de chamamento de rapinas nocturnas.

 O curso inclui 1 refeição,  seguro, material teórico, transporte nas saídas de campo, e utilização de material óptico – binóculos e telescópio. Há possibilidade dos participantes ficarem alojados num espaço cedido pela Câmara Municipal, sendo necessário cada participante trazer o seu saco-cama e colchonete.

O preço é de 130€ por pessoa, mas os sócios da ATN, SPEA e Aldeia pagam apenas 95€. Este ano existe ainda um preço especial para estudantes: 105€
Faca a sua insrição aqui.
 Para mais informações contacte a ATN para o  geral@atnatureza.org, 271 311 202 ou 914 678 375. As vagas são limitadas e a organização vê-se no direito de cancelar o evento caso não seja atingido um número mínimo de inscrições.

Programa Completo

1º Dia – 15 de Maio (6ª feira)
10h-14h - Visita à Reserva da Faia Brava (opcional)
Almoço livre na Reserva
14h30 – Encontro em FCR e recepção de participantes
15h00-18h30 - MÓDULO TEÓRICO I Introdução à identificação de aves de rapina
15h00-16h00 Técnicas de Observação e Identificação de Aves de Rapina (formador: José Jambas)
16h00-17h00 Casos práticos de Identificação de Aves de Rapina do PNDI (formador: Jorge Amaral)
17h00 – 17h30 Coffee break
17h30-18h30 Variações na Plumagem e Determinação de Idade em Aves de Rapina (formador: Carlos Pacheco)
Tempo livre
19h30 - 21h00 Jantar oferecido pela organização

21h00 – 22h MÓDULO TEÓRICO II Identificação e Aves de Rapina Nocturnas
Formador: Ricardo Brandão
22h – 23h30 Rapinas nocturnas
Actividade de chamamento (formador: Carlos Pacheco)
Dormida em Figueira de Castelo Rodrigo
2º dia – 16 de Maio (sábado)
09h00 – 13h00 MÓDULO PRÁTICO I Aves de Rapinas de zonas agro-florestais
Caminhada e percurso em autocarro Vilar Torpim-Vermiosa
Barragem de Sta Maria de Aguiar
13:00 – 14:30 Almoço no Santo André

14h30 – 17h30 MÓDULO PRÁTICO II Introdução ao estudo e monitorização de aves rupícolas
Censo de Grifos nidificantes, Parque Natural do Douro Internacional (Santo André, rio Águeda)
Prática de identificação de colónias, ninhos e determinação de idades de adultos e juvenis (formadores: José Jambas, Eduardo Realinho, João Quadrado, Ricardo Brandão, Carlos Pacheco, Jorge Amaral)
17h30 – 18h30 Transporte até Figueira de Castelo Rodrigo
Tempo livre
20h00 – 21h30 Jantar 
MÓDULO TEÓRICO III - Mesa Redonda – Abate ilegal de aves, que solução?

3º dia – 17 Maio (domingo)
9h30 – 17h30 MÓDULO PRÁTICO III Identificação de Aves de Rapina e Conservação de aves rupícolas do P.N. Douro Internacional e P.N. Arribes del Duero
(formadores: José Jambas, Carlos Pacheco, Eduardo Realinho, João Quadrado, Ricardo Brandão, Jorge Amaral)
9h30 – 13h00 Itinerário em autocarro com paragens em pontos-chave para observação de aves (Alto da Sapinha e Penedo Durão)
13h00 – 14h00 Pausa livre para almoço (picnic no Penedo Durão)
14h00 – 15h00 Transporte até Puerto de la Molinera (Lumbrales)
15h00 – 17h00 continuação de observação e identificação de rapinas
17h00-18h30 Viagem para Figueira de Castelo Rodrigo

Biodiversidade de Charcos Temporários | Biodiveristy of temporary ponds

Biodiversity of temporary ponds, Nuno Curado
No passado sábado decorreu uma visita dedicada aos charcos temporários da Reserva da Faia Brava. Durante a visita falámos da sua importância dos charcos para a biodiversidade de uma região, e em particular da sua relevância como habitat de alimentação para a cegonha-preta

Azolla filliculoides is a problematic invasive of 
Alertou-se ainda para a problemática de um feto aquático invasor - azolla filliculoides - cuja presença está a ser alvo de controle no charcos da reserva - uma medida inserida no projecto LIFE "Club de Fincas". 

Contámos com a preciosa ajuda do Jos H., estagiário holandês que está a fazer a amostragem de anfíbios e répteis aquáticos das charcas e linhas de água da RFB. Foi possivel observar as duas espécies de tritão existentes na Reserva - o tritão de ventre laranja (Lissotriton boscai) e o tritão marmorado (Triturus marmoratus) - aprender a diferença entre machos e fêmeas, e reconhecer as suas larvas. Conseguimos ver ainda vários girinos e insectos aquáticos, e ainda a presença especial de uma Rela-arbórea (Hyla arborea) e de uma pequena cobra de água viperina (Natrix maura).

Life Club de Fincas, Nuno Curado
O nosso muito obrigado a todos os participantes na visita e pelo entusiasmo e interesse em toda a vida que existe nos charcos temporários da Reserva!

(Esta visita fez parte do projecto LIFE Club de Fincas por la Conservación del Oeste Ibérico - LIFE12 NAT/ES/000595)
Natrix maura, Marco Ferraz



Triturus marmoratus, Marco Ferraz
  
Last saturday we had a special visit at the Faia Brava Reserve dedicated to the temporary ponds. During this visit we talk about the importance of this habitat for the biodiversity of this region, specially for the black stork, which feeds on the amphibians that live at ponds. 


Hyla arborea, Marco Ferraz

Lissotriton boscai, Marco Ferraz
Besides, the participants learned about a conservation problem that affects this habitat, an invasive aquatic fern - azzolla filliculoides - whose presence is being controlled at the temporary ponds of the Faia Brava Reserve, a conservation measure from the project LIFE "Club de Fincas". 

For the visit we had the precious help of Jos H., a dutch intern who is studying and monitoring amphibians and aquatic reptiles of ponds and water lines at the Reserve.

It was possible to see two of the newts that live at the ponds - the Bosca's newt (Lissotriton boscai) and the marbled newt (Triturus marmoratus) - and learnt the difference between males and females and how to identify their larvae. We were also able to see tadpoles and aquatic insects, and also the presence of the European tree frog (Hyla arborea) and a small viperine snake (Natrix maura).

Thank you very much to all participants and for the enthusiasm on the biodiversity of our temporary ponds.

(This visit was inserted on the project LIFE Club de Fincas por la Conservación del Oeste Ibérico - LIFE12 NAT/ES/000595)

terça-feira, 7 de abril de 2015

11 de Abril - Visita à Reserva da Faia Brava | 11th April - Visit to the Faia Brava Reserve

Rela, João Cosme
É já neste fim-de-semana que se realiza a visita subordinada à Campanha de Adopção de Charcos Temporários na Reserva da Faia Brava. O objetivo é trazermos de volta a cegonha-preta a nidificar na Reserva, através de um dos seus habitats prioritários. Se ainda não apoiou não é padrinho de nenhum charco ainda vai a tempo! Basta tornar-se sócio da Associação Transumância e Natureza aqui.

Todos os padrinhos são convidados a uma visita especilamente dedicada "à biodiversidade dos Charcos", que se realiza já este sábado, dia 11 de Abril. 

Ponto de encontro: Igreja de Vale de Afonsinho
Início: 9:00
Fim de actividade: 12:30

Às 14h todos os sócios estão convidados a comparecer na Assembleia Geral Ordinária, que se realiza na Casa da Cultura de Figueira de Castelo Rodrigo.

Para saber mais sobre a campanha de apadrinhamento de charcos vá a www.atnatureza.org.
Actividade gratuita para sócios, sujeita a inscrição. Cada sócio poderá trazer um acompanhante. 


 Inscreva-se enviando um email à ATN ou telefonando para o 271 311 202.

__________________________

This weekend there will be a guided tour for the Campaign "Adopt a temporary pond at the Faia Brava Reserve". We want to bring back the black stork, and we need your support to restore their habitat. If did not adopt your pond yet you are still on time! Just have to become a member of ATN, which can be done here.

All supporters of this campaign are invited to join us this saturday, 11th April, on a special visit about the "biodiversity of temporary ponds". 

Meeting Point: Church square of Vale de Afonsinho
Time: 9:00
End of activity: 12:30 pm

At 2 pm there will be the General Ordinary Assembly of ATN, and all members are invited. The session will be at Casa da Cultura, Figueira de Castelo Rodrigo.

To learn more about the campaign please check ATN's website www.atnatureza.org.
This activity is free for members, but subscription is needed. Each member can bring one guest.

Subscribe by sending us an email or calling to +351 271 311 202.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Faia Brava na Visão

A Reserva da Faia Brava saiu no suplemento da Visão da edição de 26 de Março, integrada num conjunto de cadernos com o tema Portugal Natural. Uma iniciativa da Natural.pt e da Sociedade Ponto Verde.

Nesta edição, foram referenciadas as áreas protegidas da região centro - a Serra da Estrela, Tejo Internacional e Serra de Aire e Candeeiros.


segunda-feira, 30 de março de 2015

Volunteering at the Faia Brava Reserve, a story by Tim and Debbie Gove

We have for many years had an interest in nature and conservation. When we decided on an extended holiday in Europe we thought it would be nice to do some voluntary word along these lines, if possible.
We firstly did some time at Grupo Lobo, we knew about this NGO via facebook. It was from someone there that we found out about ATN and the Faia Brava Reserve.

So off we headed to see what they were about. And we were not disappointed.
The reserve is absolutely stunning, we were able to get our camper van along the track to their camp site at Sabóia. Although basic, it is well worth the trip! Views across the reserve from morning till night. Vultures soring over head as well as the odd eagle!


We had only planned to stay for one week, but after two it was still difficult to leave.
We spent the time with wonderful people doing things we never thought we would. Cleared up the vulture feeding station, cleaned invasive water fern from ponds and in the process got to see tadpoles, newts and fire salamanders (with vultures over head!)

Tim also did some plumbing at the campsite (while Debbie sunbathed!)

All the people we met were so enthusiastic and passionate about what they are doing at the reserve.


We will most definitely be back and will be recommending it to any of our friends who are also into their conservation.





Debbie and Tim Gove, March 2015