segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

O gosto da Biodiversidade - A conservação da natureza pela alimentação

“O gosto da biodiversidade” é um projecto que se insere na lógica de crescimento da associação e visa fazer chegar aos centros urbanos informação sobre a Faia Brava e os valores de conservação que contém, através da explicitação da relação entre os hábitos de consumo alimentar e a conservação da natureza.
O projecto tem como objectivo tornar visível, a relação entre o consumo de alimentos e a gestão do território.
O instrumento usado é a realização de workshops gastronómicos assentes nos produtos da FAIA BRAVA e região envolvente, dirigidos ao grande público.
A linha de força é a valorização de sub-produtos da conservação, isto é, o que se pretende não é, por exemplo, valorizar o centeio por si, como é corrente em projectos estritamente orientados para o desenvolvimento local. O que se pretende é valorizar a produção de centeio que é feita por razões de conservação.
Pretende-se que a cozinha de autor com base em produtos tradicionais valorize simultaneamente a tradição culinária da região e a inovação. Será procurado tanto o uso de variedade regionais de produtos agrícolas, como o uso de espécies silvestres (o gelado de poejo, desenvolvido noutro contexto pelo parceiro do projecto Chef António Alexandre, pode ser um bom exemplo para outras criações culinárias).
Embora o projecto use a relação entre o consumo de alimentos e a biodiversidade como trave mestra, os grandes consensos quanto ao consumo sustentável na alimentação estarão presentes: a proximidade relativa entre produção e consumo, o uso de produtos de época, a moderação do consumo de carne e peixe e o uso de produtos pouco processados industrialmente, nomeadamente sem longos períodos de conservação pelo frio.
O Chef António Alexandre propõe-se ainda a transformar determinados sub-produtos da região de modo a torná-los mais apetecíveis aos consumidores, desenvolvendo, em parceria com a ATN, não só uma forma de rentabilizar os meios existentes como também promover a sustentabilidade da mesma através da criação de valor.
Estas oficinas de cozinha são concebidas de forma a serem nutricionalmente equilibradas e adequadas às diferentes necessidades das crianças e jovens.


Nos dias 26, 27 e 28 de Fevereiro, a ATN e o chef António Alexandre estarão presentes no Cascais Shopping com um stand onde se realizará um live cooking e provas, que se farão entre as 18h e as 20h na sexta-feira e entre as 15h e as 17h no sábado e domingo.