sexta-feira, 5 de março de 2010

Próximas operações na área florestal na Faia Brava


Com a campanha de reflorestação quase a terminar segue-se mais uma tarefa muito importante da gestão da Faia Brava, desmatações, poda de formação das  jovens azinheiras e carrascos, efectuando o desbaste de algumas moitas desta espécies para as melhores árvores crescerem e se tornarem adultas.
È muito importante para a reserva a redução do risco de incêndio, fazendo estas operações de silvicultura preventiva, desmatando algumas áreas com ajuda do destroçador de mato acopolado ao tractor, e usando motoroçadoras em zonas mais inclinadas e de dificil acesso para o tractor.
Pretende-se com estas acções reduzir a continuidade da carga de combustivel quer horizontamente quer verticalmente, podando as árvores para estas não tocarem no mato que tem a sua volta, sabendo nós que é muito importante manter o coberto vegetal para a fauna.
Serão ainda abatidas árvores secas e doentes para não contagiar as árvoes saudáveis, devido a intensidade de incêndios que tem passado na reserva as árvores estão delibitadas e suceptiveis a doenças e fungos provocando a sua morte.
Infelizmente no ultimo fim de semana de Fevereiro, o mau tempo também provou estragos nas árvores mais frágeis, partindo pernadas e derrubando mesmo algumas árvores.
Ricardo Nabais, o responsável pelos trabalhos no terreno.