segunda-feira, 19 de abril de 2010

Répteis e Anfíbios na Faia Brava

No passado sábado realizámos uma actividade relativa ao estudo e observação de répteis e anfíbios e convidámos o Vasco Flores Cruz (http://anfibioserepteis.blogspot.com) para dinamizar esta acção na Reserva da Faia Brava.
De manhã fez-se uma apresentação em sala, onde se abordou o tema e as espécies existentes na Reserva. 
Da parte da tarde saímos para o campo, mas como a chuva quase não deu tréguas, praticamente só se observaram anfíbios.
Reservámos ainda parte da noite para explorar uma charca e assistir aos rituais de acasalamento dos Sapos-corredores (Epidalea calamita) e ao coro conjunto destes sapos e das Relas (Hyla arborea) e da Rã-verde (Pelophylax perezi).
Neste momento, há tanta água na Reserva que os sapos aproveitam também as poças de água no meio dos caminhos para aí fazerem as suas posturas.
Eis mais algumas das espécies que vimos nesse dia:

ANFÍBIOS
Salamandra de pintas amarelas (Salamandra salamandra)
Tritão marmorado (Trituros marmoratus)
Tritão de ventre laranja (Lissotriton boscai)
Sapo de unha negra (Pelobates cultripes)

RÉPTEIS
Osga (Tarentola mauritanica)
Sardão (Timon lepidus)
Lagartixa Ibérica (Podarcis hispanica)
Cobra cega (Blanus cinereus)
Cobra de água viperina (Natrix maura)