quinta-feira, 27 de maio de 2010

Abutre-negro (Aegypius monachus) na Reserva da Faia Brava

Ultimamente a Reserva da Faia Brava tem sido visitada por alguns Abutres-pretos (Aegypius monachus). Sendo uma espécie cada vez mais rara e sem nidificação confirmada no nosso país, é com grande contentamento que por cá os vemos. Atraídos pelo Campo de Alimentação de Aves Necrófagas ou simplesmente de passagem, é de facto impressionante ver por cá o maior dos abutres europeus. Destes, é o único que faz o seu ninho em árvores. Prefere as maiores pois garantem a sustentação do ninho assim como facilitam a vigia do que se passa em seu redor e também as manobras de poisar e levantar voo.
Na Reserva da Faia Brava já são escassas as árvores com características que permitam suportar a nidificação desta espécie, mas com os vários trabalhos de reflorestação e prevenção de incêndios que vimos a implementar pode ser que no futuro, apesar de ainda longínquo, alguns destes indivíduos se instalem novamente em Portugal. Para isso também é necessário tomar medidas urgentes para erradicar de vez as maiores ameaças à sua existência como o corte de árvores, o envenenamento e o abate a tiro.
Este registo fotográfico foi realizado por Eduardo Realinho, no âmbito do seu trabalho de estágio relativo à alimentação artificial do Britango (Neophron percnopterus). 

segunda-feira, 24 de maio de 2010

DIA B - BIODIVERSIDADE NA RESERVA DA FAIA BRAVA

No dia 22 de Maio, a ATN juntou-se também à iniciativa do Dia Internacional da Biodiversidade (Dia B), organizando uma saída à Reserva da Faia Brava.
Apesar do calor intenso que se fez sentir no sábado, contámos com a participação de 18 interessados, maioritariamente de Pinhel e pertencentes ao Clube de Ambiente da Escola Secundária de Pinhel.
A maioria das observações foi realizada durante o período da manhã, quando a temperatura ainda se tolerava.
O entusiasmo dos participantes permitiu o registo de um conjunto interessante de espécies, algumas novas para a Reserva, sobretudo ao nível dos invertebrados.

Resumidamente, eis alguns nºs conclusivos desse dia de observações:
Libélulas: 5
Borboletas: 9
Aves: 24
Répteis: 2
Anfíbios: 2
Outros invertebrados: 5
Plantas: 15


A lista completa das espécies observadas irá estar brevemente disponível em: Biodiversity4All
Acompanhe também o registo fotográfico das espécies que encontramos diariamente na Reserva da Faia Brava: Picasa

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Observação de aves na Faia Brava numa parceria com a SPEA

Realizámos no passado sábado um passeio ornitológico na Reserva da Faia Brava, numa parceria conjunta com a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA).
Apesar das previsões climatéricas adversas, que se vieram a confirmar, constituímos um grupo simpático de 20 participantes, das mais diversas proveniências (Lisboa, Porto, Figueira da Foz, Guarda, Figueira de Castelo Rodrigo, etc). Alguns vieram logo na véspera, outros optaram por se levantar ainda de madrugada para cumprirem o horário do ponto de encontro.
As primeiras observações foram logo feitas a partir das Hortas da Sabóia, já no interior da Reserva. Posteriormente subimos até ao Pombal da Bicha para termos uma melhor perspectiva do rio e do vale do Côa. Deste ponto conseguimos observar através dos telescópios alguns ninhos de Grifos, actualmente ocupados com a respectiva cria, ainda uma bola de penugem branca mas já de grande dimensão.
De seguida visitámos o Campo de Alimentação de Aves Necrófagas, que tem cumprido com as suas funções de fornecer suplemento alimentar à população de abutres do Vale do Côa, principalmente ao Britango, que se encontra em regressão.

Entretanto, à hora de almoço começou a chover o que nos obrigou a abrigarmo-nos e a almoçarmos no interior de um curral usado actualmente por uma garrana e o seu potro de 2 semanas.


A chuva não nos largou mais e marcou presença durante o resto da tarde. Ainda assim fizemos mais um pequeno troço a pé o que nos permitiu ver mais algumas espécies.
Tentámos e esperámos ver a Toutinegra-tomilheira (Sylvia conspicilata) mas sem sucesso.

Conclusão do dia:
32 espécies de aves observadas, das quais destacamos as seguintes: Grifo (Gyps fulvus), Britango (Neophron percnopterus), Águia-calçada (Hieraaetus pennatus), Águia-cobreira (Circaetus gallicus), Milhafre-real (Milvus milvus, Toutinegra-real (Sylvia hortensis).

domingo, 9 de maio de 2010

ATN e CM de Figueira de Castelo Rodrigo organizam prova de TREC

A disciplina de Turismo Equestre/TREC (Técnicas de Randonnée Equestre de Competição) foi criada em França, em 1985, esta modalidade tem como objectivo desenvolver o ensino do cavalo e conferir aos praticantes uma maior autonomia que lhes permita viajar a cavalo com mais segurança. Em termos de provas, o TREC inclui três exercícios que se caracterizam, sobretudo, pelo respeitar das velocidades impostas, que são penalizáveis por excesso ou por defeito: 1 - Percurso de Orientação e Regularidade POR ; 2 - Medição de Andamentos MA 3 - Percurso por Terreno Variado PTV (para mais informações ver: http://www.fep.pt/Disciplinas/trec.asp).

Trata-se de uma modalidade do desporto equestre em que se promove um contacto com a natureza. Os exercios ocorrem em plena paisagem natural. O TREC é um contributo para a valorização da natureza e da biodiversidade.

Esta iniciativa da ATN vem no seguimento de outras actividades anteriores que visam promover a actividade pecuária extensiva na região do Nordeste, neste caso pretende-se também promover o turismo e o desporto equestre.

Esta prova do campeonato nacional decorrerá numa propriedade situada na Quinta do Convento de St.ª Maria de Aguiar, num enorme prado natural recheado de árvores centenárias, e com grande diversidade de aves, onde a ATN vem desenvolvendo um projecto de recuperação ecológica que visa a sua classificação como Mata protegida privada.

Fic aqui o convite, venham conhecer o "Prado da Gadanha" e assistam a uma prova de TREC.

Faia Brava and May in full splendor

Last Sunday, the green, the yellow and the blue.. almost made me forget that this beatifull place was burned once, and black was it's only colour. Long live the colours of Life.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Garranos da Faia Brava ganham nova vida!

Na semana passada, a manada de garranos da Reserva da Faia Brava, ganhou um novo elemento. Trata-se do 1º potro deste ano e filho da Zora.
Pela Reserva da Faia Brava, galopam agora 26 cavalos.
Eis aqui algumas das primeiras imagens do novo potro, recolhidas pelo nosso colega Ricardo Nabais.