sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Estudo e Monitorização de Biocenoses da Faia Brava – um programa ambicioso

Para sabermos se estamos a conservar realmente uma espécie ou habitat, devemos criar um sistema de controlo, um programa de seguimento ou monitorização, que nos permita saber, em números, o que está a acontecer de facto.






No Plano de Gestão da Faia Brava foram definidos indicadores, dados que é necessário recolher ao longo do tempo, e que nos ajudam a validar o trabalho prático de conservação da ATN. Trata-se do Programa de Estudo e Monitorização de Biocenoses da Faia Brava.

Este programa na execução anual de uma série de metodologias de seguimento de fauna, flora e habitats alvo de acções de gestão activa: (a) Censo de aves rupícolas nidificantes; (b) Censo de aves comuns; (c) Censo das principais espécies-presa (Coelho-bravo, Perdiz-vermelha e Pombo-da-rocha); (d) Censo de fauna em linhas de água e charcas (anfíbios e invertebrados); (e) Censo de mamíferos carnívoros.


Adicionalmente, encontra-se abrangido por esta acção o seguinte estudo: Avaliação de métodos de gestão de um campo de alimentação de aves necrófagas e o seu uso pelo Britango Neophron percnopterus.

Os censos são realizados pela equipa técnica, por voluntários e por estudantes, através da celebração de protocolos de estágios profissionalizantes e de tese de mestrado.
Pode consultar alguns dos relatórios e teses produzidas por estes estudantes, na página web da ATN.

Para saber mais sobre o estado actual das espécies e habitats prioritários na Faia Brava, iremos publicar uma segunda série de posts com alguns dados interessantes obtidos através do Programa de Estudo e Monitorização de Biocenoses da Faia Brava. Já a partir da próxima semana, não perca.