terça-feira, 24 de abril de 2012

Uma dezena de poldros garranos

Algumas imagens dos garranos em 2012.

Nota: Para além da missão de sapadores florestais da Faia Brava, a ATN tem procurado divulgar esta magnífica (e um pouco menosprezada) raça portuguesa, apesar da Faia Brava não se situar dentro do solar "tradicional" da mesma. Continuaremos a fazê-lo, ainda que preferencialmente gostaríamos de contar, efectivamente, com o apoio das organizações que têm responsabilidades na preservação desta raça. Pode ser que 2012 nos traga essas sinergias tal como nos trouxe esta quase dezena poldros!

Dentro de uma semana estes cavalos vão estar a viver em semi-liberdade na Reserva da Faia Brava e esperam uma visita tua ...


























sábado, 21 de abril de 2012

Reflexões de uma voluntária da Faia Brava

Texto de Inês Costa

A Associação Transumância e Natureza (ATN) é uma organização não-governamental do ambiente, uma ONGA. Apesar do pouco tempo aqui em Figueira de Castelo Rodrigo, julgo que esta ONGA parece ser uma versão melhorada das ONGA`s em Portugal, que genuinamente quer fazer parte da comunidade onde se insere. Com isto quero dizer que tenta conhecer os seus interlocutores e trabalhar a mensagem que quer passar, ao mesmo tempo que credibiliza ao dar uma imagem profissional, contrariando a classificação algo emotiva e ao mesmo tempo redutora, de “grupo ambientalista”.

O objectivo aqui na Faia Brava é a conservação, não de apenas de uma espécie, mas de um ecossistema, que permite a existência de espécies como o grifo, o britango, a águia de bonelli e a águia real, mas também a manutenção de serviços ambientais, como a regularização do regime hídrico, a depuração do ar e fixação de CO2, assim como, a manutenção de um elevado nível de biodiversidade, que no futuro se adivinha vir a ser útil ao país aquando da revisão de uma nova Política Agrícola Comum. A fazer-se prevalecer os princípios correctos, esta vai ter em conta a biodiversidade, algo que vai fazer os países do sul da Europa serem reconhecidos pelo seu valor natural e claramente beneficiados.
Atrevo-me a dizer que talvez seja uma benesse para nós (portugueses) não ter a escala suficiente para uma agricultura intensiva. Sem o uso de pesticidas e fertilizantes permite-se a manutenção de um património natural que lá fora estão dispostos a pagar para ver. Existe um mercado de turismo de natureza, devemos considera-lo.

Aqui parece ter-se aprendido com a experiência, podemos romantizar um novo retorno ao mundo rural, ou podemos ver na mudança da estrutura da nossa sociedade e consequentemente no uso do território, a criação de novos nichos de negócio e oportunidades únicas para restabelecer uma relação mais sadia com o ambiente.

Num momento em que o espírito do país parece ser o da liberalização, é bom ver uma iniciativa privada com um sentido de bem comum.

Inês Costa 

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Turismo de natureza na Faia Brava - serviços, programas e parcerias

O trabalho de conservação realizado na Reserva da Faia Brava é financiado com apoio de sócios, mecenas particulares e empresas, fundos internacionais e venda de produtos e serviços. A ATN tem feito um esforço para tornar este projecto um modelo de auto-sustentabilidade, o que inclui uma atenção crescente para os visitantes e parcerias com empresas de animação turística.

Em 2010 e 2011, a Faia Brava recebeu cerca de 1000 visitantes. Somos já parceiros da Birds&Nature, Ecotours, A2ZAdventures e Waypoint, assim como de alojamentos rurais (Casa da Cisterna, Quinta de Pero Martins), que realizam programas na Faia Brava de forma independente e em colaboração com a ATN.

A Faia Brava está na área central da Grande Rota do Vale do Côa, que se cruza com a Grande Rota das Aldeias Históricas no limite sul da reserva. A ATN é a entidade gestora desta Grande Rota, para além de outras infraestruturas de apoio ao visitante (trilhos, parque de merendas, wcs, um abrigo para observação e fotografia de abutres, assim como miradouros sobre o Côa). A ATN realiza programas de visitação para os seus sócios, alguns dos quais podem ser consultados aqui. A ATN tem também guias com formação específica para acompanhamento de grupos aos Núcleos de Gravuras do Parque Arqueológico do Vale do Côa.



Este ano estamos a contactar empresas de animação turística e alojamentos que tenham interesse em desenvolver programas nesta região e em colaboração com a ATN. Interessa-nos oferecer a estes parceiros as melhores condições de acesso à Faia Brava (melhores programas, melhores infraestruturas) e alguma divulgação da própria entidade parceira e das suas actividades (website, blog e facebook da ATN). Parece-nos sobretudo importante oferecer às empresas parceiras exclusividade de acesso à Reserva. Ou seja, é dado aos sócios particulares e colectivos o acesso exclusivo da Faia Brava. Como entidades sócias, as empresas de animação turística e alojamentos têm acesso aos preços de sócio nos programas vendidos e executados pela ATN e podem organizar actividades de forma independente da ATN na Faia Brava, tendo acesso a todas as infraestruturas de apoio à visitação.

Finalmente, sendo sócias da ATN, podem também divulgar que apoiam directamente um projecto de conservação da natureza. A quota anual é de 20 euros e permite a execução do plano de gestão da Faia Brava.




O desafio está lançado e a ATN está à procura de parceiros. Conhece alguma empresa de animação turística ou alojamento que possa estar interessado em trabalhar connosco? Ajude-nos a divulgar a Faia Brava e estas iniciativas de parceria.





Contactos:
Alice Gama
Departamento de conservação e sustentabilidade
a.gama@atnatureza.org
Tel: +271 311 202



Através do projecto Rewilding Europe, a ATN pretende investir na Faia Brava em serviços especializados de observação de fauna. Um dos abrigos está já a funcionar há 2 anos: Abrigo dos Abutres.

A Faia Brava é conhecida pela sua avifauna e o birdwatching ou observação de aves é uma das actividades mais procuradas pelos visitantes.


O turismo equestre poderá ser uma das áreas em que a ATN apostará nos próximos tempos. Existem já 2 cavalos adultos treinados para o efeito.

Outra aposta diferenciadora da Faia Brava é o turismo científico, em que o visitante acompanha os biólogos durante o seu trabalho de campo. De noite e de dia, há sempre dados para recolher dos mais diversos grupos de fauna e flora. Na fotografia uma sessão de anilhagem com a Associação Portuguesa de Anilhadores de Aves e uma sessão de inventariação de borboletas nocturnas com a Lusoborboletas.

Os percursos pedestres e caminhadas na Faia Brava, com amigos ou família, são já famosos. As paisagens extremamente diversas, as escarpas abruptas, a flora, as aves, o património rural construído e o simples convívio relaxado numa área onde a natureza ocupa o lugar de destaque, são motivos mais que suficientes para uma visita.


O turismo de voluntariado está a crescer um pouco por todo o mundo, principalmente junto de grupos interessados em turismo activo e numa contribuição directa e significativa para a conservação de espécies e habitats. Na Faia Brava os programas de voluntariado estão abertos todo o ano e as tarefas são variadas, desde a plantação de árvores, às podas, passando pela monitorização de espécies ou manutenção de infrastruturas. Combinar turismo com voluntariado é possível.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Recortes de Imprensa - Silvogarranos



Saiu ontem na revista domingo do Correio da Manhã uma noticia sobre o nosso serviço de limpeza da floresta SilvoGarranos.

SilvoGarranos já foi contratado

Um sócio contactou a ATN para contratar o recente serviço Silvogarranos, prestado pela manada de cavalos Garranos, os cavalos-sapadores ao serviço da gestão florestal.
Este sócio tem um terreno com 4 hectares vedado, duas charcas e muita pastagem. Estas são as condições essenciais para contratar o nosso serviço.

Ficam aqui fotografias dos 8 animais que foram destacados para este primeiro serviço.






Para os que quiserem saber mais acerca deste inovador serviço, pode enviar um email para geral@atnatureza.org ou falar directamente connosco através do telefone (271311202).

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Caminhada | Dia da Terra 2012

21 de Abril | Caminhada | Dia da Terra 2012

**actividade adiada para data a anunciar**

Caminhada | Observação de biodiversidade | Aves | Mamíferos | Répteis e Anfíbios | Borboletas

Já pensou em quantas espécies de plantas e animais consegue identificar quando passeia pelo campo? E se tivesse a oportunidade de acompanhar um biólogo por um dia, num percurso relaxado e aprendendo truques e dicas para conhecer a biodiversidade da região?

No âmbito das comemorações do Dia da Terra, em parceria com a Earth Day Network, a ATN realiza uma caminhada temática dedicada à biodiversidade. Neste dia, caminhamos pela Faia Brava à procura de flora e fauna. Esta saída é apropriada para adultos e crianças.


Ponto de encontro: Núcleo Museológico de Algodres

Horário: 10:00 - 16:00


O que trazer? 
Calçado e roupa apropriada para caminhada, água, almoço/picnic.
Opcionais: Binóculos, máquina fotográfica.

Inscrição: 10€, inclui transporte em todo-o-terreno de Algodres até à Faia Brava, guia, seguro.
Inscrições em geral@atnatureza.org

Parceiros:



ATN procura director executivo | ATN searches for executive director

VACANCY : Executive Director of the regional NGO Associação Transumância e Natureza (ATN)

The organisation 
ATN is a leading regional NGO working on sustainable nature conservation in the Côa region. The organisation owns and manages the Faia Brava nature reserve (800 ha) and deploys a variety of projects on nature conservation and rural development. The Reserve harbours several endangered bird species, and functions as a biodiversity spot in the region. New nature conservation approaches, such as wilderness are developed to make management sustainable in the long term. Management of the park mainly depends on private sources of income such as sponsoring, ecotourism, and regional products.
The main challenges for the near future consist of developing sustainable sources of income, strengthen relationships with national and international institutions and private investors, and professionalization of the organisation.
The executive director will be responsible for the operational management of the organization and its possessions.

Functions and Accountabilities
1. Board Administration and Support - the director supports operations and administration of Board by advising and informing Board members, interfacing between Board and staff.
2. Fundraising - Fundraising planning and implementation, including identifying resource requirements, researching funding sources, establishing strategies to approach funders, submitting proposals and administrating fundraising records and documentation.
3. Business development - Development of sustainable business models for ATN — Develops a strategy and activities that increase ATN’s economic sustainability such as: ecotourism, selling of products, agreements with companies etc.
4. Project development - Development of nature conservation, rural development, monitoring of research programs and projects within the mission of ATN, together with ATN staff members.
5. Financial, Tax, Risk and Facilities Management - Organisation of financial management together with ATN employees. Recommends yearly budget for Board approval and prudently manages organization's resources in an efficient way.
6. Human Resource Management - Develops and manages a balanced HRM policy.
- He/she brings experience and knowledge on financial and HRM management.
- He/she knows how to relate and deal with governmental agencies, international institutions and companies.
- He/she has the ambition to develop sufficient funding to cover ATN’s organisational costs within three years.
7. Community and Public Relations - Assures the organization and its mission, programs, products and services are consistently presented in positive image to relevant stakeholders. Builds and maintains good relationships with companies, local, regional and national governmental agencies, national and international NGO’s.
8. Strategic Management - Develops, monitors and updates, together with the team and in conjunction with the board, the strategy of ATN.

Profile
- Personality: we are looking for an energetic, positive and stimulating person who can bind together people and organizations.
Education: academic degree and at least 10 years of working experience.
He/she has sufficient knowledge and affinity with nature conservation to inspire people and develop creative solutions.
- He/she brings experience and knowledge on financial and HRM management, He/she knows how to relate and deal with governmental agencies, international institutions and companies.
- He/she has the ambition o develop sufficient funding to cover ATN’s organisational costs within three years.

Conditions
- Full-time position, but a part-time position is also an option.
- Salary indication : 1500 - 2000 /month (full-time), depending on experience and qualities.
- Working place: Figueira de Castelo Rodrigo, district of Guarda.

Procedure
Please sent your application by letter or mail to the President of the Board of ATN - before April 25 - 2012. We schedule the interviews on 2,3 and 4th of May 2012.

Associação Transumância e Natureza
Address: Travessa Serpa Pinto, 3
6440-118 Figueira de Castelo Rodrigo
Telefone/FAX: (+351) 271 311 202
)


 

Caminhada | Grande Rota do Vale do Côa com acampamento na Faia Brava


12 e 13 de Maio | Caminhada | Grande Rota do Vale do Côa com acampamento na Faia Brava

Percurso pedestre | Acampamento | Convívio | Um fim-de-semana único de contacto com a natureza do vale do Côa e da Faia Brava

Quem está pronto para uma grande caminhada? A ATN organiza a primeira travessia completa da Grande Rota do Vale do Côa. Um percurso único e de grande beleza natural.

O ponto de encontro para início da caminhada é Castelo Melhor, no dia 12 de Maio. O objectivo é percorrer toda a extensão da Grande Rota do Vale do Côa.

No dia 12 de Maio realiza-se a etapa Castelo Melhor - Hortas da Sabóia, local de acampamento. No dia 13 de Maio é a vez da etapa Hortas da Sabóia - Cidadelhe, atravessando a Reserva da Faia Brava.

Ponto de encontro: 12 de Maio, 8:30, Castelo Melhor, junto ao Centro de Recepção do Parque Arqueológico do Vale do Côa

O que trazer? 
Calçado e roupa apropriada para caminhada, água, comida para os almoços e pequeno-almoço de domingo.
Binóculos para observação de avifauna, máquina fotográfica para registar as belas paisagens do vale do Côa.
Cada um deve, trazer equipamento de campismo, tenda, saco cama.


Inscrição: 15€, inclui jantar de sábado, transporte de material pesado, seguro e guia.

Inscrições limitadas até dia 11 de Maio para geral@atnatureza.org

Mais informações sobre a Grande Rota, aqui.