quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Semana da Floresta Autóctone na Reserva da Faia Brava | Native Forest Week at Faia Brava


Na semana de 23 a 29 de Novembro decorreu a Semana da Floresta Autóctone e a Reserva da Faia Brava não podia ter deixado de fazer parte. Numa iniciativa conjunta da Associação Transumância e Natureza (ATN) e da associação Plantar Uma Árvore, a Faia Brava recebeu voluntários de vários pontos do país que contribuíram para a recuperação de áreas atingidas por incêndios ou com escassa mancha florestal.

Graças ao esforço e dedicação da nossa equipa de campo, amigos e voluntários, foram plantadas 1273 jovens árvores e semeadas mais de 3000 bolotas de espécies autóctones. Em detalhe, 735 Celtis australis (lodão bastardo), 223 Fraxinus angustifólia (freixo), 210 Prunus spinosa (abrunheiro), 35 Quercus rotundifolia (azinheira), 35 Quercus suber (sobreiro) e 35 Quercus faginea (carvalho-cerquinho), tendo sido semeadas 3000 bolotas de Quercus suber (sobreiro) e 100 de Quercus rotundifólia (azinheira).
A iniciativa dividiu-se em duas acções principais, com bolotas a serem semeadas no topo do vale e as plantas a serem colocadas junto da linha de água temporária, no fundo do vale.

A Semana da Floresta Autóctone na Reserva da Faia Brava integra-se no projecto "1 Milhão de Sementes para o Vale do Côa" e é apoiado pelo projecto LIFE+ Club de Fincas por la Conservación del Oeste Ibérico (LIFE12 NAT/ES/000595), no âmbito do Plano Estratégico de Conservação da Reserva da Faia Brava, com o objectivo de promover a recuperação vegetal autóctone, potenciar a biodiversidade e reduzir o risco de incêndio.

Muito obrigado a todos os voluntários!




-

In the week of the 23rd to the 29th of November the Native Forest Week took place and the Faia Brava Reserve had to be part of it. In a initiative of Associação Transumância e Natureza and the Plantar Uma Árvore association, Faia Brava welcomed volunteers from different points of Portugal that help in the recovery of áreas damaged by fires or with scarce forest density.

Thanks to the effort and dedication of our field team, friends and volunteers, 1273 young trees were planted and more then 3000 acorns of native species were sown. In detail, 735 Celtis australis (honeyberry tree), 223 Fraxinus angustifólia (ash), 210 Prunus spinosa (blacktorn tree), 35 Quercus rotundifolia (holm oak), 35 Quercus suber (cork oak) e 35 Quercus faginea (portuguese oak), tendo sido semeadas 3000 bolotas de Quercus suber (cork oak) e 100 de Quercus rotundifólia (holm oak).
The initiative had two main action, the sowing of acorns in the hills and the plantation of the young trees near the temporary water line, in the bottom of the valley.

Native Forest Week at Faia Brava is part of the "1 Milhão de Sementes para o Vale do Côa" project and is supported by the Life+ project Club de Fincas por la Conservación del Oeste Ibérico (LIFE12 NAT/ES/000595), under the Strategic Plan of Conservation for the Faia Brava Reserve, with the objective to promote the native vegetal recovery, incriase biodiversity and reduce the risk of fire.

Thanks to all the volunteers!



quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Passeio Micológico na Faia Brava | Micology Walk at Faia Brava


Cogumelos, caminhadas e um show cooking 

Um Sábado bem passado, à descoberta do que a Faia Brava tem de melhor para oferecer no que a cogumelos diz respeito. Foi este o ponto de partida do passeio micológico. Um dia em cheio na reserva.

Na manhã fresca de Sábado dia 14 de Novembro, 14 bravos aglomeravam-se ao largo da igreja de Algodres. O formador Marco Ferraz fez as honras da casa e introduziu a ATN, a Faia Brava e o que os participantes podiam esperar do dia de actividades. O grupo era variado em idades e em pontos de origem, mas todos tinham em comum o interesse por conhecer melhor os cogumelos da região.
Na partida para a reserva, ninguém se fez rogado em saltar para os veículos todo-o-terreno, onde viajámos até às Hortas da Sabóia.


O percurso a seguir foi delineado pelo Trilho dos Sobreiros, onde fomos encontrando inúmeras espécies de fungos. De cogumelos microscópicos a gigantes dignos de um País das Maravilhas, passando por cogumelos silvestres comestíveis e fungos menos aconselháveis, o fluxo de informação foi uma constante. Mas nem só de cogumelos se fez o dia, houve histórias e experiências que os participantes foram trocando, com a ocasional rapina a rasgar os céus ou um grupo de garranos que pareciam querer jogar um "onde está o Wally", na imensa paisagem que lhes serviu de fundo. O dia, que começou envergonhado e cinzento, foi ficando cada vez mais solarengo e agradável.



Depois de um farta e variada "colheita" o grupo voltou às Hortas da Sabóia, apenas para ser novamente surpreendido, desta vez por um dos próprios participantes. Tínhamos entre nós Fernando Santos, chef executivo do restaurante do Museu de Serralves, que de bom grado nos mostrou o que as técnicas da alta cozinha, combinadas com produtos de qualidade e cogumelos colhidos na Faia Brava podem oferecer-nos, mesmo numa cozinha campal. Com esta agradável surpresa, o almoço prolongou-se com aromas e sabores que abriram conversas e foram tema para o convívio entre todos os participantes. Foi num abrir e piscar de olhos que vimos desaparecer as iguarias que o chef preparou. Depois de um almoço farto em experiências culinárias, a oficina de identificação de cogumelos decorreu num ambiente de informalidade e de contemplação das cores que a Faia Brava ia ganhando.


O final da tarde desceu rápido, mas foi sem pressas que os participantes fizeram as suas despedidas à reserva. Rumámos então a Algodres, para um "Adeus" a todos os nossos companheiros, depois de um dia fantástico, onde a Faia Brava nos mostrou que não existem passeios simples e monótonos quando temos tanto à nossa volta.

---

Mushrooms, hiking and a show cooking 

A Saturday well spent discovering the best that Faia Brava has to offer in mushrooms. This was the objective of our mycology walk. One awesome day at the reserve.


November 14th, the morning was cool and 14 braves gathered by the Algodres chruch's square. Marco Ferraz, our guide for the day, does the introductions to ATN, Faia Brava and what we'll find on this day of activities. The group is diverse in ages and origins, but all share an interest in knowing more about the regional mushrooms.
At our departure for the reserve, no one holds back in jumping to the all-terrain vehicles, in which we drove to the Hortas da Sabóia.


The cork oak trail was the set route for the day, were we found a multitude of different species of mushrooms. From microscopic ones to giants from Alice in Wonderland, from edible wild mushrooms to very nasty ones, the information stream was a constant. But the day wasn't based solely on mushrooms, the group shared stories and experiences, with the ocasional raptor sliding through the skies or the garranos that seamed to be playing a "Where's Wally?" horse version, in the immense landscape in front of us. The day that started shy and grey gave place to a sunny and pleasant one.


After an abundant "harvest" the group returned to the Hortas da Sabóia, only to be surprised by one of their own. Fernando Santos, the executive chef of Serralves Museum was between us. The chef graciously showed us what the techniques of the houte cuisine, combine with good products and some of the mushrooms collected can do, even in a camp kitchen set. With this nice surprise the lunch was filled by an array of flavors and scents that opened up the talks between the group. In a blink of an eye the delicacies that the chef prepared to us were gone. The culinary experiences were followed by the wild mushroom identification workshop, that was held in a informal and cosy atmosphere in which we behold the colors of the day changing the reserve.

The day's end descended fast on us, but was without hurries that we made our farewell to the reserve and our companions, after a day full of discoveries and surprises that showed us that there is no such thing as a simple walk in the Faia Brava Reserve when there is so much to experience.

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

ATN abre vaga para Engenheiro Florestal | Vacancy for Forestry Engineer

ATn abre vaga para engenheiro florestal

ATN hd

Associação Transumância e Natureza (ATN) é uma organização sem fins lucrativos de ambiente criada em 2000, com sede em Figueira de Castelo Rodrigo, distrito da Guarda. 

Com a visão Criar espaços para a Natureza, centra a sua ação no restauro ecológico de habitats na região do Vale do Côa. É a entidade proprietária e gestora da Reserva da Faia Brava, a primeira Área Protegida Privada do país, e é parceira da iniciativa Rewilding Europe, um projecto europeu que visa a renaturalização de áreas naturais, sendo a entidade gestora da área-piloto Oeste Ibérico. É ainda a promotora da Grande Rota do Vale do Côa, e parceira em projectos LIFE+.

A ATN procura um candidato motivado, com interesse na natureza e vontade em trabalhar numa organização não-governamental. O local de trabalho será a sede da ATN, em Figueira de Castelo Rodrigo. O candidato deverá estar disponível para residir no concelho.


Tarefas a desenvolver:
- Criação, submissão e manutenção de candidaturas FFP, ProDer/PDR2020, POSEUR
- Criação, submissão e manutenção de programas Life+
- Gestão de ZIF/PGF
- Georreferenciação digital SIG
- Edição de relatórios e documentos detalhados sobre a área florestal das várias reservas
- Manobragem e utilização de máquinas agrícolas - orientação da equipa de campo


O profissional deverá ter as seguintes características:

- Licenciatura em engenharia florestal, mestrado será valorizado
- Inscrição na Ordem dos engenheiros
- Carta de condução categoria B/B1
- Experiência de candidaturas FFP, ProDer/PDR2020, POSEUR e programas Life+
- Experiência na gestão de ZIF/PGF
- Experiência em georreferenciação em ArcGIS/QuantumGIS
- Conhecimentos informáticos na óptica do utilizador avançado
- Capacidade de utilização Maquinas Agrícolas
- Conhecimentos zootécnicos
- Conhecimento de Zonas de Caça e PGC
- Conhecimentos de inglês e espanhol serão valorizados
- Capacidade de trabalhar sob pressão e gerir várias tarefas em simultâneo
- Capacidade e motivação para trabalhar com equipas multidisciplinares
- Disponibilidade para trabalhar em fins-de-semana quando necessário e em horário flexível
- Disponibilidade para residir no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo
- Paixão por Natureza e grandes espaços abertos
- Experiência na área da conservação da natureza/ambiente será valorizada
- Afinidade com o trabalho de organizações não-governamentais será valorizado


Vencimento: Salário Base variável entre 800€ e 1000€ brutos, mediante experiência prévia

Critérios de selecção: experiência prévia em funções semelhantes; formação na área; características pessoais; desempenho no questionário e durante a entrevista

Os candidatos podem enviar a sua carta de motivação e currículo para o email candidatura @ atnatureza.org até ao dia 4 de Dezembro de 2015. Os candidatos seleccionados deverão estar disponíveis para a realização de uma entrevista (presencial ou online) e deverão ter disponibilidade imediata.


___________________________________________________________


ATN opens vacancy for a forestry engineer

ATN hd

ATN is an environment non-governmental organization, created in 2000 and based in Figueira de Castelo Rodrigo, Portugal.

With its vision Creating Spaces for Nature, ATN focus its action on habitat restoration at the Côa Valley region. It is the owner and manager of the Faia Brava Reserve, the first Private Protected Area in Portugal, and partner of Rewilding Europe, managing the Western Iberia pilot-site. It is also the promoter of the Côa Valley Grand Route, and partner in different LIFE+ projects.

ATN is looking for a motivated candidate, with interest on nature and biodiversity and willing to work at a non-profit context. Working place will be at ATN’s headquarters in Figueira de Castelo Rodrigo, and the candidate should be available to live in the municipality.


Main Responsabilities:


- Designing, submission and management of FFD, ProDER/PDR2020 and POSEUR applications
- Designing, submission and management of Life+ programs
- ZIF/PGF management
- SIG Georeferencing
- Editing reports and detailed documents about the forest areas of the different reserves
- Use of agricultural machinery - management of the field team


Profile:

- A certified degree or equivalent on forestry engineer
- Driving license
- Experience in  FFP, ProDer/PDR2020, POSEUR applications and Life+ programs
- Experience in ZIF/PGF management
- Experience in georeferencing in ArcGIS/QuantumGIS systems
- Solid knowledge in computer skills at the user level
- Ability to use agricultural machinery
- Zootechnical knowledge
- Knowledge about hunting areas and PGC
-Languages: English - proficient level (determinant); Spanish – good knowledge (preferable)
-Ability to handle several tasks at the same time and to work with straight deadlines
-Capacity and motivation to work with multidisciplinary teams
-  Availability to work on weekends and in a flexible schedule
-Availability to live in Figueira de Castelo Rodrigo
- Passion for Nature and the great outdoors
-Experience in nature conservation/environment will be considered
-  Affinity with the working context on of a non-profit organization will be an asset



Salary: Variable between 800€ and 1000€ gros, according to previous experience 

Criteria for selection: previous experience in similar functions; graduation in the area; personal characteristics; performance on the questionnaire and interview

Candidates should send their motivation letter and curriculum to  candidatura@atnatureza.org until the 4th of December 2015. Selected candidates should be available for an interview (online or face-to-face) and have immediate availability

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

ATN presente no novo projecto de protecção do britango e a águia-perdigueira





















Com início em julho de 2015, o LIFE Rupis é um dos mais recentes projetos financiados pela União Europeia a decorrer em território português e espanhol, mais concretamente na Zona de Proteção Especial (ZPE) do Douro Internacional e Vale do Rio Águeda e na ZEPA de Arribes del Duero. Com uma duração de 4 anos, este projeto pretende implementar ações que visam reforçar as populações de águia-perdigueira e britango no Douro transfronteiriço, através da redução da mortalidade destas aves e do aumento do seu sucesso reprodutor. O abutre-preto e o milhafre-real são espécies também beneficiadas por este novo projeto.

Coordenado pela Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), o novo projeto tem mais oito parceiros, a Associação Transumância e Natureza, a Palombar, o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, a Junta de Castilla y León, a Fundación Patrimonio Natural de Castilla y León, a Vulture Conservation Foundation, a EDP Distribuição e a Guarda Nacional Republicana. O projeto é cofinanciado pelo programa LIFE da União Europeia.




















O britango e a águia-perdigueira estão em perigo de extinção, tanto em Portugal como em Espanha. O britango é o abutre mais pequeno da Europa. Está classificado como “Em Perigo” no território Europeu, onde as suas populações registaram um decréscimo de 50% nos últimos 40 anos, e uma elevada perda de habitat. A água-perdigueira tem um estatuto de “Quase Ameaçada” na Europa, devido ao decréscimo populacional e à pressão sobre as suas populações. Na área abrangida pelo projeto existem 13 casais de águia-perdigueira e uma das mais importantes populações de britango da Península Ibérica, com 116 casais.

O LIFE Rupis, destaca-se por ser um projeto transfonteiriço, com ações concertadas dos dois lados da fronteira. Entre as várias ações destaca-se a alimentação artificial dirigida ao britango, baseada numa rede de alimentadores fixos e móveis, que irá permitir o aumento da disponibilidade de alimento perto dos locais de reprodução da espécie. Pela primeira vez em Portugal vão ser marcados britangos com emissores de satélite, para seguimento à distância e investigação dos seus hábitos dispersivos e migratórios.

Serão desenvolvidas acções pioneiras de combate ao uso ilegal de venenos, com  equipas da GNR que utilizam cães treinados, serão corrigidas linhas eléctricas com equipamentos anti-electrocussão e anti-colisão de aves dos dois lados da fronteira e será elaborado um plano de ação transfronteiriço para a  conservação do britango. Serão geridos mais de mil hectares de habitats importantes para as espécies alvo e criada uma cerca móvel para alimentação de aves necrógafas, para reforçar territórios com escassez acentuada de alimento. O resultado esperado do projeto será o aumento da taxa de reprodução e a diminuição da mortalidade não natural destas aves, nesta região justamente conhecida pela sua riqueza faunística e beleza natural.

Domingos Leitão, coordenador do projecto, salienta que “para além dos resultados positivos que se esperam ao nivel das populações das espécies alvo, serão promovidas a agricultura e o pastoreio tradicionais, bem como os seus produtos e serviços.” “Ao longo dos quatro anos do projecto Rupis vamos promover e publicitar o Douro Internacional, através da visitação, do turismo de natureza e dos produtos de qualidade, que serão motores da conservação da natureza após o seu terminus.”





Fotografias de João Cosme e  Erik Menkveld

Pedido de Voluntariado



Redondas e vistosas, ainda verdes ou já bem negras, as azeitonas enchem as copas dos olivais da Faia Brava. A campanha da colheita de azeitona de 2015 está para breve e gostaríamos de convidar todos os possíveis voluntários a juntarem-se à nossa equipa de campo nesta actividade que contribui directamente para a missão da ATN.


Os voluntários serão acompanhados nas suas tarefas e será também uma óptima oportunidade para conhecerem o trabalho desenvolvido pela ATN na Reserva da Faia Brava, área de Rewilding do Oeste Ibérico.
A todos os voluntários será assegurada alimentação e estadia.

Esta actividade suporta a missão da ATN através da produção do azeite biológico "Faia Brava", capacitando a associação com fundos para a manutenção e alargamento das suas reservas. 

Caso tenha interesse, contacte-nos para geral@atnatureza.org

Muito obrigado desde já!

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

O coordenador da ATN no site do Rewilding Europe!

O coordenador da ATN, Pedro Prata, está em destaque no site do Rewilding Europe!  O artigo descreve o perfil do Pedro, e as suas motivações e entusiasmo no projecto de rewilding na região do Vale do Côa. Não deixe de ler!

ATN's executive coordinator, Pedro Prata, is in the spotlight in Rewilding Europe's website! Here you can read about Pedro's profile, and his motivation and enthusiasm in leading the rewilding project in the Côa Valley region of the Western Iberian peninsula.



terça-feira, 25 de agosto de 2015

O projecto Mapa de Inovação e Empreendedorismo Social produz video sobre a ATN


No início deste ano, a ATN foi distinguida pelo projecto MIES - Mapa de Inovação e Empreendedorismo Social, como uma das iniciativas em Portugal de “Elevado Potencial de Empreendedorismo Social”.
Este foi o video realizado pelo MIES e pode consultar toda a informação sobre esta iniciativa em http://mies.pt


As iniciativas seleccionadas contribuem para a resolução de problemas sociais/ambientais negligenciados, com elevado potencial de transformação positiva na sociedade, desafiando a visão tradicional e utilizando modelos de negócio inovadores com potencial de crescerem e/ou se replicarem noutro local geográfico.



terça-feira, 18 de agosto de 2015

Pedido de Voluntariado

Procuramos um/a voluntário/a para nos ajudar com alguns inquéritos sobre o conhecimento da Rede Natura 2000 na região, no âmbito da iniciativa Rewilding Europe.

O trabalho implica deslocações de carro na região do Vale do Côa – Figueira de Castelo Rodrigo, Vila Nova de Foz Côa, Pinhel, Almeida e Sabugal – e empatia com as pessoas para proceder aos inquéritos. Seriam cerca de 5 dias em total, que podem ser feitos de seguida ou intervalados, até ao final de Agosto.

Será também uma óptima oportunidade para conhecer o trabalho desenvolvido pela ATN, assim como a Reserva da Faia Brava e a área de Rewilding do Oeste Ibérico.

Caso tenha interesse, contacte-nos para geral [arroba] atnatureza.org

Muito obrigado desde já!



quarta-feira, 1 de julho de 2015

Escuteiros na Reserva da Faia Brava | Scouts at the Faia Brava Reserve

Bravos? Com certeza!

O grupo de lobitos do Agrupamento 242 de Paço D'Arcos (CNE) esteve na Reserva da Faia Brava durante 5 dias. 5 dias intensos de actividades na Reserva onde estes lobitos mostraram toda a sua garra e espírito selvagem, e onde foi possível "aprender mais sobre a Natureza".

Com uma adaptação do programa educativo Bravos na Faia, os lobitos acamparam 4 noites na Reserva, aprenderam sobre biodiversidade e conservação. "As actividades foram interessantes e divertidas" escreveram-nos os escuteiros na sua longa viagem de regresso a casa.

Entre as actividades salienta-se o Jogo da Cadeia Alimentar, a visita ao Núcleo museológico de Algodres, ações de iniciação à monitorização da vegetação e de aves rupícolas e uma oficina de Arqueologia Experimental no Museu do Côa.

 Aprender a utilizar os binóculos e o telescópio foi uma verdadeira conquista! Mas que foi bem compensada com os inúmeros grifos e britangos que "desfilaram" à sua frente, já para não falar nas crias de grifo que os lobitos puderam observar, nas profundas escarpas do Côa.

E nem só de fauna e flora ficaram estes lobitos profundos conhecedores! Também se debruçaram sobre os mistérios da astronomia, e tiveram uma pequena iniciação à observação de astros.

Desenganem-se os que pensam que estes lobitos são fraquinhos! Estes Bravos aguentaram com fantástica coragem o forte calor que se fez sentir, e as longas caminhadas até ao acampamento. O cansaço até os poderia ter posto mais sossegadinhos, mas energia foi coisa que não faltou no acampamento.


Obrigada aos chefes, Akelá e Pioneiros do Agrupamento 242, e especialmente aos Bravos Lobitos pela vossa visita.




Braves? For sure!
A group of Scouts from Paço d'Arcos (Portugal) were at the Faia Brava Reserve during 5 days. 5 days where these Little Wolfs showed their truly wild spirit and "learnt about nature".
Based on our educative program "Brave at Faia", the scouts camped 4 nights and learnt about biodivrsity and conservation. "The activities were interesting and funny" they wrote during their long journey back home.

Amongst the activities we can highlight the Food Chain Game, a visit to the Rural Museum of Algodres, introduction to strategies fo monitoring vegetation and cliff breeders and a Workshop of Archaeology at theCôa Museum.

Learning how to use the binoculares and telescope was a real challenge, thta turned out to be quite worthy thanks to the flock of griffon vultures that flew in front of their eyes. Besides, the scouts have also seen griffon chicks laying at their nest, on the deep and carved canyon.

But they did not learn only about fauna and flora, they also had a star gazing activity.

Thank you for your visit!

Photos by the Scout Zé

terça-feira, 30 de junho de 2015

Campo de Trabalho Internacional na Faia Brava | International Volunteering Workcamp at Faia Brava

XLI Campo de Trabalho Voluntário Internacional: Reconstrução da Casa dos Visitantes da Reserva da Faia Brava

De 1 a 10 de Agosto
Algodres – Concelho de Figueira de Castelo Rodrigo

Este Verão, a Palombar irá colaborar novamente com a Associação Transumância e Natureza (ATN) no sentido de melhorar as infra-estruturas de recepção ao visitante existentes na Reserva da Faia Brava. Depois de, no ano passado, ter sido construído de raiz um muro de granito para sinalizar a sua entrada principal, voltaremos agora para reconstruir a Casa dos Visitantes desta que é a primeira área natural protegida do país de carácter privado e que conta já com 850 hectares de terreno postos ao dispor da conservação da vida selvagem.

Assim, durante o XLI Campo de Trabalho Voluntário Internacional, que irá decorrer de 1 a 10 de Agosto, os participantes colaborarão na limpeza da Casa dos Visitantes, irão aprender a preparar e a aplicar rebocos de terra, e ajudarão a reparar o seu telhado.

A beleza extraordinária da Reserva da Faia Brava será o palco ideal para a realização de caminhadas nos tempos livres, aos quais tampouco faltarão visitas aos marcos históricos da região.
Junta-te a nós!

PROGRAMA
Programa diário
7:00 – 13:00: Trabalhos de reconstrução da Casa dos Visitantes
13:00 – 15:00: Almoço
15:00 – 19:30: Actividades de lazer
19:30 – 21:30: Jantar

Trabalhos de construção de muros de pedra
- Limpeza da Casa dos Visitantes;
- Preparação e aplicação de rebocos de terra;
- Reparação do telhado.


Actividades de lazer

- Visita ao Parque Arqueológico do Vale do Côa e às Pinturas Rupestres (classificados pela UNESCO);
- Visita a Castelo Rodrigo;
- Caminhada pela Grande Rota do vale do Côa;
- Jantar e saída à noite em Figueira de Castelo Rodrigo;
- Ida à piscina municipal.

NOTA: A Palombar reserva-se o direito de alterar o programa.

INFORMAÇÃO
Idade mínima: 18 anos.
Línguas: Português, Francês, Espanhol, Inglês
Máximo 18 voluntários.
Local: Reserva da faia Brava, concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, distrito a Guarda, Portugal;

Alojamento: Os voluntários ficarão acampados no coração da Reserva da Faia Brava, em tendas de safari, muito próximos da Casa dos Visitantes. Terão acesso a WCs secos e a chuveiros com água aquecida pelo sol, bem como a uma cozinha básica.

Não esquecer de trazer: Saco-cama ou lençóis, colchonete, toalhas. Roupa de trabalho fresca e confortável, botas de caminhada, luvas de trabalho, óculos de protecção para o pó, creme de protecção solar, roupa para o calor, um casaco para as noites frias, fato de banho, toalha.

Informação complementar
- O Verão é marcado por um clima seco e por uma grande amplitude térmica, sendo as temperaturas muito elevadas durante o dia (35ºC) e relativamente baixas durante a noite (10-15ºC).
- Os voluntários serão divididos em equipas de trabalho e cada uma será acompanhada por um monitor da Palombar/encarregado de obra, cuja função será ensinar as técnicas de construção aos voluntários, orientá-los e ajudá-los nas tarefas mais delicadas. Todo o grupo seguirá o responsável da logística da Palombar durante o decorrer de todas as actividades

Informação sobre o encontro
Local: Vila Nova de Foz Côa ou Figueira de Castelo Rodrigo;
Indicações: Os voluntários que não tenham carro devem reunir-se em Vila Nova de Foz Côa (vindo de autocarro ou comboio do Porto ou Lisboa) ou em Figueira de Castelo Rodrigo (vindo de autocarro ou comboio até à Guarda, e depois de autocarro até Figueira) no dia 1 de Setembro, em horas a combinar, para que a organização vá buscá-los. Em caso excepcional, a Guarda poderá ser um destino de chegada.

Agradecemos que entres em contacto connosco para nos informar sobre o local, dia e horário de chegada.
 

Contactos
E-mail: palombar@gmail.com
Nuno Martins: 00351 925790395
Teresa Nóvoa: 00351 96 4695417

 


XLI International Volunteer Workcamp: Restoring Faia Brava Reserve’s Visitors’ House

August 1st – 10th
Faia Brava Reserve – Figueira de Castelo Rodrigo’s
This Summer, Palombar will colaborate with Associação Transumância e Natureza (ATN) once again to enhance Faia Brava Reserve’s infra-structure to welcome visitors. After building a beautiful granite wall to signal the Reserve’s main entrance in last year’s edition, we will now restore its Visitors’ House, so that they get to enjoy even more the first private nature reserve in Portugal.

Thus, during the XLI International Volunteer Workcamp, which will take place from the 1st to the 10th of August, participants will help clean the Visitors’ House, learn how to prepare and apply earth mortars, and repair its roof.

Faia Brava’s astounding beauty will be the perfect setting for hiking and relaxing during free time; trips to historical landmarks are also part of the plan.


Daily Schedule
7:00 – 13:00: Building stone walls
13:00 – 15:00: Lunch break
15:00 – 19:30: Leisure activities
19:30 – 21:30: Dinner time
Work chores
- Cleaning the Visitors’ House;
- Preparing and applying interior earth mortars;
- Repairing the roof.
 

 Leisure activities
 
- Trip to the Côa Valley Archeological Park and Rock Paintings (classified by UNESCO);
- Trip to Castelo Rodrigo;
- Hiking the Côa Valley’s Great Route;
- Dinner and night out at Figueira de Castelo Rodrigo;
- Trip to the municipal pool.

NOTA: Palombar and ATN withhold the right to alter the planned activities.



 INFO
Minimum age: 18 years of age.
Languages: Portuguese, French, Spanish, English.
Maximum 17 volunteers.
Location: Faia Brava Reserve, Figueira de Castelo Rodrigo municipality, Guarda district, Portugal;
Housing: Volunteers will be camping right at the heart of the Faia Brava Reserve, rather close to the Visitor’s House. They will sleep in safari tents. There are dry toilets and showers with sun-warmed water, as well as a basic kitchen.


Do not forget to bring:
Sleeping bag, sleeping mat, towels. Cool clothing to wear during the day and warm clothing for the evenings. Bathing suit.
Cool, comfortable, working clothes, hiking boots, hat, working gloves, protection goggles, sunscreen.
80€ to cover food expenses.
European Health Card.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

ATN abre vaga para Comunicação e Marketing | Vacancy for Communications Officer

ATN hd

Associação Transumância e Natureza (ATN) é uma organização sem fins lucrativos de ambiente criada em 2000, com sede em Figueira de Castelo Rodrigo, distrito da Guarda. 

Com a visão Criar espaços para a Natureza, centra a sua ação no restauro ecológico de habitats na região do Vale do Côa. É a entidade proprietária e gestora da Reserva da Faia Brava, a primeira Área Protegida Privada do país, e é parceira da iniciativa Rewilding Europe, um projecto europeu que visa a renaturalização de áreas naturais, sendo a entidade gestora da área-piloto Oeste Ibérico. É ainda a promotora da Grande Rota do Vale do Côa, e parceira em projectos LIFE+, pelo que o candidato terá de desenvolver estratégias de comunicação para diferentes projectos.

A ATN procura um candidato motivado, com interesse na natureza e vontade em trabalhar numa organização não-governamental. O local de trabalho será a sede da ATN, em Figueira de Castelo Rodrigo. O candidato deverá estar disponível para residir no concelho.


Tarefas a desenvolver:
- Planeamento estratégico das ações de comunicação da ATN e de cada um dos seus projectos
- Criação, activação e monitorização de campanhas de comunicação e fundraising
- Gestão das ferramentas de comunicação online da ATN e dos diferentes projectos - atualização e manutenção de sites; desenvolvimento de estratégias de social media
- Criação de conteúdos e gestão da relação com os media
- Assessoria de comunicação à Coordenação e Direcção da ATN
- Criação de materiais promocionais – folhetos, brochuras, cartazes, mupis, etc
- Desenvolvimento estratégico de venda dos produtos ATN
- Participação no desenvolvimento estratégico de produtos de visitação e educação ambiental
- Apoio na gestão, organização e implementação de eventos, workshops e outras actividades
- Representação da ATN em eventos, feiras e outros acontecimentos
- Orientação de visitas à Reserva da Faia Brava – público geral, media, parceiros
- Relação com os diferentes stakeholders da organização, em especial com os Guias treinados pela ATN (acompanhamento e avaliação da sua performance)


O profissional deverá ter as seguintes características:

- Licenciatura ou mestrado na área da comunicação, relações públicas, marketing ou similares
- Conhecimentos de Design de Comunicação e domínio de software de edição/desenho vectorial
- Experiência na gestão de ferramentas web e social media (conhecimentos de joomla e wordpress são factores preferenciais)
- Sólidos conhecimentos de inglês (factor determinante) e conhecimentos de espanhol (factor preferencial)
- Capacidade de trabalhar sob pressão e gerir várias tarefas em simultâneo
- Empatia com o público e forte capacidade de comunicação interpessoal
- Capacidade e motivação para trabalhar com equipas multidisciplinares
- Criatividade, dinamismo e capacidade de encontrar soluções 
- Disponibilidade para trabalhar em fins-de-semana quando necessário e em horário flexível
- Disponibilidade para residir no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo
- Experiência na área da conservação da natureza/ambiente será valorizada
- Afinidade com o trabalho de organizações não-governamentais será valorizado


Vencimento: Salário Base variável entre 900€ e 1100€ brutos, mediante experiência prévia + Subsídio de alimentação

Critérios de seleção: experiência prévia em funções semelhantes; formação na área; características pessoais; desempenho durante a entrevista

Os candidatos podem enviar a sua carta de motivação e currículo para o email candidatura @ atnatureza.org até ao dia 15 de Julho de 2015. Os candidatos selecionados deverão estar disponíveis para a realização de uma entrevista (presencial ou online) e o contrato deverá iniciar entre os meses de Agosto e Setembro.

___________________________________________________________

ATN - VACANCY FOR A COMMUNICATIONS OFFICER
ATN hd
ATN is an environment non-governmental organization, created in 2000 and based in Figueira de Castelo Rodrigo, Portugal.

With its vision Creating Spaces for Nature, ATN focus its action on habitat restoration at the Côa Valley region. It is the owner and manager of theFaia Brava Reserve, the first Private Protected Area in Portugal, and partner of Rewilding Europe, managing the Western Iberia pilot-site. It is also the promoter of the Côa Valley Grand Route, and partner in different LIFE+ projects, therefore the candidate should be able to develop communication strategies for different projects.

ATN is looking for a motivated candidate, with interest on nature and biodiversity and willing to work at a non-profit context. Working place will be at ATN’s headquarters in Figueira de Castelo Rodrigo, and the candidate should be available to live in the municipality.
Main Responsabilities:
-        Strategic planning of all communication actions for ATN and each project ongoing
-        Creation, activation and monitoring communication and fundraising campaigns
-        Manage online communication tools – updating websites; developing social media strategies – for ATN and each project ongoing
-        Copy writing and Media relations
-        Communication advising to the Coordination and Board of ATN
-        Developing communication tools – flyers, booklets, posters, mupis, etc
-        Strategic development of ATN’s products
-        Participation on the strategic development of touristic programs and environmental education activities
-        Support on events management
-        Representing ATN in events, exhibitions and other activities 
-    Guiding tours at the Faia Brava Reserve, for general public, media and partners
-    Relationship with the main stakeholders of ATN, specially nature guides trained by ATN (monitoring and evaluation)

Profile:

-        A degree or equivalent on communications, public relations, marketing or similar areas
-        Experience on Graphic design and ability to work with vector design software
-        Experience on web and social media (experience in joomla and wordpress will be considered)
-        Languages: English - proficiency level (determinant); Spanish – good knowledge (preferable)
-        Ability to handle several tasks at the same time and to work with straight deadlines
-        Empathy with the public and strong interpersonal communication skills
-        Capacity and motivation to work with multidisciplinary teams
-        Creativity and a problem-solving mindset
-        Availability to work on weekends and in a flexible schedule
-        Availability to live in Figueira de Castelo Rodrigo
-        Experience in nature conservation/environment will be considered
-        Affinity with the working context on of a non-profit organization will be an asset

Salary: Variable between 900€ and 1100€ gros, according to previous experience 

Criteria for selection: previous experience in similar functions; graduation in the area; personal characteristics; performance on the interview

Candidates should send their motivation letter and curriculum to candidatura @ atnatureza.org until the 15th of July 2015. Selected candidates should be available for an interview (online or face-to-face) and the contract will start between August and September.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Andorinhão-cafre na Faia Brava | White-rumped swift at Faia Brava

Surpreendentes notícias na Faia Brava!
Foi confirmada a nidificação (ou tentativa da mesma) de uma espécie pouco comum em Portugal: Andorinhão-cafre Apus caffer, o andorinhão mais raro de Portugal segundo o portal Aves de Portugal (http://www.avesdeportugal.info/apucaf.html). Ao que parece dois indivíduos estão a utilizar um ninho antigo de Andorinha-dáurica Cecropis daurica, típico da espécie, na zona das Lapas Cabreiras, mesmo ao lado das pinturas neolíticas.
Há poucos registos da nidificação desta espécie em Portugal, sendo uma espécie tipicamente africana, estabeleceu-se apenas como nidificante em meados da década de 1990.
Este será o seu novo limite Norte de distribuição em Portugal.
Ficam as possíveis fotografias, onde se podem ver as características distintivas da espécie: uropígio e queixo branco, assim como as bordas das penas secundárias.
Fotografias de Eduardo Realinho




Surprising news from Faia Brava!
It was confirmed the breeding (or attempt) of a white-rumped swift Apus caffer, a rare species in Portugal according to the website Birds of Portugal (http://www.avesdeportugal.info/apucaf.html).
Two individuals are using an old nest of a red-rumped swallow Cecropis daurica, which is a typical behavior of this species, right close to an archaeological site where neolithic paintings can be seen.
There are very few records of this species in Portugal, as it is an African species, and only after 1990 the first couples were seen. Nevertheless, this is the first time it is seen breeding in such a north location.
On the pictures can be identified some distinctive characteristics of this species:  white rump, chin and borders of secondary feathers.

Photos by Eduardo Realinho.