segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Contagem nacional de águias-pesqueiras | National counting of osprey



No sábado, dia 24 de Janeiro, decorreu um censo nacional de águias pesqueiras, em que foram contabilizadas 71 observações (e mais 10 observações prováveis). A iniciativa surgiu de forma informal no forúm do Aves de Portugal e rapidamente se mobilizaram grupos em todo o país para fazer uma contagem nacional desta espécie. As expectativas iniciais não ultrapassavam os 30 indivíduos, pelo que o resultado obtido foi bastante positivo.

A águia-pesqueira (Pandion haliaetus) nidificou em Portugal até ao final do séc. XX, na costa Sudoeste do país. Atualmente apenas ocorre no país com migradora de passagem (a caminho de terras mais quentes) ou invernante.

A contagem de águias-pesqueiras foi realizada apenas num dia, para evitar que houvessem duplas contagens de indivíduos. A ATN, com o apoio de voluntários, garantiu a monitorização de 5 locais possíveis de avistar águias-pesqueiras: a foz do Sabor, a Barragem de Santa Maria de Aguiar, o Douro Internacional entre Barca d’Alva e Freixo de Espada à Cinta, as albufeiras de Vascoveiro e Trancoso e a albufeira de Vilar em Sernancelhe, no entanto sem nenhuma observação confirmada.

Os resultados podem ser consultados na página aves de Portugal.

___________
Last Saturday, January 24th, there was a national census for the osprey (Pandion haliaetus) and 71 individuals were counted (and 10 more possible observations were registered). This initiative started informally at the forum Aves de Portugal (Birds of Portugal) and people from across the country volunteer to participate in a national counting of this species. Around 30 individuals were predicted in Portugal, therefore the result of more than the double of observations was quite positive.

The counting happened only in one day, to avoid counting twice the same individuals. ATN, with the support of volunteers, guaranteed the monitoring of 5 places in the region: the river mouth of Sabor, Santa Maria de Aguiar dam (Figueira de Castelo Rodrigo), Douro International Park between Barca d’Alva and Freixo de Espada à Cinta, and the dams of Vascoveiro (Pinhel), Trancoso and Vilar (Sernancelhe), but no individuals were observed.

The national results can be seen at the website of Aves de Portugal.