terça-feira, 26 de abril de 2016

A ATN no IX Congresso do Ornitologia da SPEA

Este fim de semana (23 a 25 de Abril de 2016) participámos no IX Congresso de Ornitologia da SPEA e VI Congresso Ibérico de Ornitologia, que se realizou na UTAD em Vila Real.

Com o poster “Conservação e monitorização da comunidade de aves rupícolas na Reserva da Faia Brava e na ZPE do Vale do Côa” divulgámos os resultados de 15 anos de monitorização de aves rupícolas nestas duas áreas – desde 2000, o ano de criação da ATN! Durante a sessão de apresentação de posters, os técnicos da ATN tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas e divulgar as medidas de conservação associadas às espécies rupícolas, incluídas no projecto LIFE Club de Fincas, que estão a decorrer na Faia Brava e na ZPE.

Durante o congresso foi também apresentado o projecto LIFE RUPIS, coordenado pela SPEA e no qual a ATN tem uma grande participação. Logo no primeiro dia foi exposta a situação demográfica e as problemáticas de conservação do Britango - uma das espécies-objectivo do LIFE RUPIS e a ave do ano 2016 - na área do Douro Internacional e Arribes del Duero, pelo ICNF.

  A ATN dinamizou ainda um workshop sobre a iniciativa Rewilding Europe, onde se debateram as alterações na paisagem, em particular o abandono agrícola e o assilvestramento, e o impacto que estes processos têm por todo o nordeste de Portugal e em especial nas zonas de montanha. Foram avaliados os seus custos e oportunidades, o seu impacto nas actividades humanas e as percepções e atitudes das populações locais. Por fim, houve uma troca de ideias sobre o modo como o assilvestramento e o espaço para a natureza pode acontecer de modo planeado e gerido, em contrário da falta de planeamento que ocorre actualmente.

Também fomos convidados a participar numa mesa-redonda sobre Economia e Biodiversidade, partilhando a sua experiência dos últimos 15 anos, e onde se debateu a sustentabilidade das associações e a relação entre desenvolvimento económico e conservação da biodiversidade.

O congresso permitiu óptima uma troca de experiências entre técnicos de conservação, ornitologistas, investigadores e outros interessados, juntando quase 200 pessoas! Damos os parabéns à SPEA pela organização e aguardamos já pelo próximo congresso!