sexta-feira, 6 de maio de 2016

Visita Técnica de Escola Técnico-Profissional Holandesa (Helicon) ao Território de Figueira Castelo Rodrigo para conhecer o trabalho da ATN e os negócios verdes de Futuro

Durante uma semana, entre os dias 13 e 20 de Maio, o território de Figueira Castelo Rodrigo serviu de Escola Aberta para acolher uma turma de 8 alunos acompanhados por 2 professores do Curso de Biologia Aplicada de uma escola holandesa (Helicon Opleidingen). O objectivo desta visita de estudo foi conhecer a região e o trabalho que se está a desenvolver na criação e dinamização de espaços para a natureza, como é exemplo a Reserva da Faia Brava, e dos denominados, negócios verdes, ou seja, iniciativas empresariais que são compatíveis com a promoção da biodiversidade e o respeito pela natureza.
Os alunos tiveram a oportunidade de visitar e acompanhar o trabalho diário dos técnicos da Reserva da Faia Brava. Monitorizar as aves de rapina e as suas espécies presas é fundamental para perceber a evolução das populações, compreender e estudar a biodiversidade de uma charca é também muito importante para a dinâmica do ecossistema, pois a água e a sua qualidade constituem sem dúvida factores limitantes para vida de muitas espécies. Os trabalhos de limpeza da floresta, realizados pela equipa de campo, o auxílio das manadas de cavalos e vacas, que se encarregam de manter os pastos limpos são acções importantes para a consolidação da área florestal na Reserva. O envolvimento do Agrupamento de Escolas de Figueira de Castelo Rodrigo, em acções de reflorestação e plantação de árvores, é também relevante e por isso os alunos tiveram a oportunidade de visitar as instalações do novo viveiro florestal que está a ser criado no recinto da escola e que vai constituir-se como um autêntico laboratório vivo, bem como uma ferramenta de aproximação da comunidade escolar ao trabalho tão essencial de criar árvores para revitalizar a nossa floresta.
Para compreender a evolução da nossa paisagem, os alunos visitaram o Museu de Algodres, onde puderam observar diferentes equipamentos e ferramentas utilizadas no território em tempos em que o cereal dominava a paisagem. Agora, e por motivos de um Mercado cada vez mais globalizado, grande parte desse cereal é importado a baixo custo de outras regiões do globo, o que torna inviável a sua produção na nossa região, restando apenas algumas searas que servem sobretudo para alimentação de gado.

Então coloca-se a questão “Que tipo de negócios podem ser actualmente viáveis nesta região?

Para responder a esta pergunta os alunos que nos visitaram puderam contactar directamente com empreendedores locais que optaram por compatibilizar o seu negócio com uma visão moderna de promoção da biodiversidade e o respeito pela natureza. A visita a um produtor de azeite e amêndoa entre outros produtos em modo de Agricultura Biológica foi sem dúvida importante para compreender de que forma se pode concretizar uma agricultura com valor acrescentado, que promova a biodiversidade da exploração e zonas envolventes, como forma de obter melhor produção e qualidade dos produtos.
O ecoturismo, sector económico recente na nossa região e em desenvolvimento a nível nacional e mundial, tem crescido bastante, mostrando que existe um mercado cada vez mais exigente, com turistas que procuram experiências autênticas em locais mais reservados, onde possam encontrar uma comunhão perfeita entre um ambiente saudável e preservado e uma dinâmica de serviços e produtos de grande qualidade. Para comprovar que a região é sem dúvida um território de excelência para o desenvolvimento de estruturas destinadas a este sector de turismo, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer empreendedores que se dedicam a esta actividade e também conhecer o Star Camp, um acampamento com muito glamour no coração da Reserva da Faia Brava, que alia o conforto de uma estrutura simples, mas requintada, a uma experiência única de dormir sob as estrelas, no coração de uma área natural.
A capacidade de envolver grupos de jovens de outros países da Europa tem sido notável por parte da Associação Transumância e Natureza. E a prova-lo está o acolhimento de mais dois jovens estagiários holandeses, Delo Wolters e Maxime Parmentier, que integram a equipa da Associação e estarão na região até meados de Julho, a acompanhar os trabalhos de conservação e a realizar os seus estágios.
As visitas de estudo e estágios que se têm realizado quase de uma forma contínua constituem também uma forma de dinamizar a economia local. Mas o mais importante é que estes jovens tenham experiências realmente valiosas e inspiradoras, que possam partilhar com colegas de escola, professores, amigos e família, criando desta forma uma rede de interessados em visitar e conhecer e quem sabe viver e investir nesta região.

Criar espaços para a natureza constitui a missão da Associação Transumância e Natureza, mas é com imenso prazer que vemos crescer esta rede de pessoas e amigos que cada vez mais procura o nosso território para desenvolver os seus projectos. Esta partilha entre alunos, professores e agentes locais é importante para inspirar os nossos jovens a acreditar no valor da sua terra e no desenvolvimento sustentável.

Study Visit of a Dutch Professional School (Helicon) to Figueira Castelo Rodrigo to get to know ATNs work and green businesses for the future
For one week, between May 13 and 20, Figueira de Castelo Rodrigo served as an Open School to receive a class of 8 students and 2 teachers of the Applied Biology Course, of the Helicon Opleidingen school from the Netherlands. The goal of this visit was to get to know the region and the work which is being developed to create and stimulate economic activity of nature areas, having the Faia Brava Reserve as a model, as well as some businesses which are compatible with the respect for nature and the promotion of biodiversity.
The students had the opportunity to learn about the daily work which is done by the team at Faia Brava. Monitoring birds of prey and their prey species is crucial to understand their population dynamics. To study the biodiversity of a pond is also important to protect the ecosystem, as water and its quality are limiting factors in the life of many species. The forestry work which is accomplished by the field team at the reserve, with the support of herds of cows and horses, is crucial to maintain open grassland and to foster the recovery of the native forest. The participation of the Figueira de Castelo Rodrigo schools in the reforestation and plantation activities is also relevant, and the students were able to see this on a visit to the new tree nursery which is being built inside the school boundaries and will serve as a true live lab for the students and a tool to involve the school community in this vital work of recovering our native forests.
To understand the evolution of our landscape, the students visited the Algodres Museum, where they could examine different tools which were used for managing agricultural land in past decades, at a time when cereal production dominated the landscape. Now, because of a more globalized market, the cereal is imported at a lower price from other regions of the world, and the local production is economically inviable, except for some crops used for livestock feeding.
So we come to the question “What type of businesses are viable in the region”?
To answer this question, the students visited several local entrepreneurs who are growing their business based on biodiversity and respect for nature. One of the highlights was a visit to an organic olive oil and almond producer to understand how this type of agriculture can increase the value and quality of the products, at the same time promoting biodiversity. Ecotourism is a recent and growing business development in the region, showing that there is a demanding market, with costumers who expect authentic experiences in secluded locations, where they can find a perfect match between a healthy and well conserved environment and high quality products and services. To prove the excellence of this region in ecotourism development, the students visited the Star Camp, a glamorous camp in the heart of the Faia Brava Reserve, which links the comfort of a simple structure to a unique experience of sleeping under the stars.
Over the years, ATN has been able to involve young people from other European countries in its conservation initiatives. Recently, two Dutch interns, Delo Wolters e Maxime Parmentier, have joined ATN’s team and will be here until mid-July, to participate in conservation activities.
The study visits and internships are also ways to promote the local economy. But most important is that these young students live valuable and inspiring experiences, so that they can share them with their school community, friends and family, creating a more environmental knowledgeable community and a network of people interested in visiting, studying and living in this region.
Creating spaces for nature is ATN’s mission, and it is with great pleasure that we watch this friend and support network grow every day. This sharing between students, teachers and local agents is important to inspire our young people to believe in the value of the land and its sustainable development.

 Photo by Pieter Baalbergen


Photo by : Pieter Baalbergen