terça-feira, 2 de agosto de 2016

Câmaras mostram a diversidade e os diferentes comportamentos de alimentação dos abutres

Inserido no projecto Life Rupis já se realizaram a título experimental algumas sessões de alimentação dirigida ao Abutre do Egipto (Neophron percnopterus), medida de apoio à conservação da  espécie que é visível nas imagens, facilmente identificável pelo seu tamanho reduzido e penugem de cor branca. Devido ao seu tamanho é notável a  dificuldade de obter alimento devido à competição com outros abutres  de maior porte como  é o caso do Grifo (Gyps fulvus), presente em abundância na Região, ou o raro e imponente Abutre-Negro (Aegypius monachus),  espécie ameaçada mas que com frequência visita à Região. Em algumas ocasiões é possível serem vistos os três ao mesmo tempo como é observado no vídeo no alimentador de Abutres gerido pela ATN.  Existem poucos locais onde estas imagens são possíveis dai a importância da Região do Douro para a conservação destas espécies. 
Vídeo captação e edição: Eduardo Realinho